Ads

Um software ou software de computador essencialmente um tipo de programa que permite aos usuários realizar alguma tarefa específica, ou simplesmente permite operar seu computador.

Um software desempenha um papel fundamental de mediador entre o usuário e o hardware do computador. Na ausência de software, um usuário não seria capaz de realizar nenhuma tarefa em um computador.

Existem duas classificações principais de software; Software de Sistema e Software de Aplicação e Utilitários. Vamos discuti-los.

1. Softwares de sistema ou software de baixo nível.

Também conhecido como software de baixo nível, os softwares de sistema auxiliam tanto o usuário quanto o hardware a funcionar e até interagir com facilidade. É um software que serve para gerenciar o comportamento do hardware do computador de forma a oferecer as funcionalidades básicas de que o usuário necessita.

Em palavras mais simples, pode-se dizer que o software do sistema é um intermediário entre o usuário e o hardware.

Exemplo: Seu computador só é capaz de tocar uma música porque o fabricante de hardware de dispositivos de áudio criou um software de sistema que permite que seu computador consiga enviar o som para a saída de áudio de seu computador.

Você só consegue acessar o site do Blogson porque o fabricante de hardware de dispositivos de rede criou um software que permite o seu computador ou celular se conectar a uma rede para navegar na internet.

Podemos perceber então o quão importante são os softwares de sistemas, eles praticamente são responsáveis por fazer tudo funcionar e tornar o uso do computador mais fácil.

Sistema Operacional, o principal software de sistema.

Logo de alguns sistemas operacionais da atualidade

Nos dias de hoje seria impossível pensar no uso dos computadores sem os sistemas operacionais; Windows, Linux, Mac, Android, iOS são exemplos de sistemas populares nos dias de hoje e são os verdadeiros responsáveis por fazerem o seu computador ter utilidade para você, seja para trabalho ou entretenimento o sistema operacional irá lhe ajudar nisso.

Drivers de Dispositivos

O sistema operacional trabalha em junto com Drivers de dispositivos para ter controle de todo o hardware de seu computador. Estes drivers são desenvolvidos na maioria das vezes pelos próprios fabricantes, por exemplo, o Windows consegue gerenciar o som do seu computador, o seu acesso a uma rede, a velocidade de toques do seu teclado, a velocidade do seu mouse, o brilho do seu monitor, os seus discos rígidos graças aos Drivers de dispositivos.

Lista de Drivers de dispositivos gerenciados pelo Windows. Para ver esta lista pesquise por Gerenciador de Dispositivos no menu iniciar do Windows.

Firmwares

Trata-se de software que está embutido em um dispositivo. Você já teve que configurar um roteador de Wi-fi? Para que isso seja possível você tem que acessar o sistema do dispositivo e fazer as configurações diretamente nele, isso só é possível graças ao firmware embutido dentro do roteador.

Exemplo de uma interface de firmware de um roteador TP-Link

No próprio computador, existe um firmware denominado de BIOS, que é responsável por guardar as informações básicas da sua placa mãe e identificar os dispositivos conectadas a ela, se a BIOS percebe que seu computador não possui HD por exemplo ela emite uma mensagem de erro em sua tela logo que você ligar o seu computador, ou, em alguns casos a BIOS emite um alerta sonoro, os famosos bips.

Exemplo de uma interface da BIOS de uma placa-mãe.

Se a BIOS percebe que seu computador não tem memória ram, ou que ela possa estar apresentando problemas, ela também irá disparar alertas sobre isso. A BIOS fica gravada em um pequeno chip denominado de ROM, isso significa que ela já vem gravada de fábrica pelo fabricante de sua placa mãe e não precisa de um HD para armazenar suas configurações.

2. Software de Aplicação e Utilitários

Os softwares de aplicação são aqueles que trabalham junto com o sistema operacional para lhe fornecer algum recursos adicional que normalmente o próprio sistema não oferece ou, oferece de forma limitada, ou oferecem de uma forma que não te agrada.

O maior exemplo de software de aplicação são os Antivírus como AVG, Norton, McAffe e os compactadores de arquivos como WinZip e WinRar. Embora o Windows 10 por exemplo tenha seu próprio antivírus, muita gente ainda prefere instalar outros para substituir o fornecido pelo sistema, o mesmo acontece com os compactadores.

Softwares de manutenção e limpeza do sistema também integram a lista dos softwares de aplicação, você provavelmente já ouviu falar de CCleaner, ADW Cleaner e softwares que prometem otimizar o seu computador de alguma forma. Embora o Windows ofereça recursos para você manter seu sistema sempre em ordem, ainda assim é possível utilizar softwares adicionais para esta tarefa.

Já os softwares utilitários são aqueles que oferecem recursos específicos para o usuário, sendo o maior exemplo os navegadores de internet como o Chrome e Firefox e os processadores de textos sendo o Word, o mais popular entre eles.

Softwares de multimídia como players de áudio e vídeo, editores de imagens, banco de dados também são considerados softwares utilitários.

Tanto softwares de aplicação como utilitários podem ser encontrados na internet classificados como freeware, shareware e open source.

Freeware, Shareware e Open Source?

Os freewares, assim como os Open Source são softwares gratuitos, normalmente disponibilizados na internet e você pode baixar e instalar livremente em seu computador.

Softwares Open-Sources mais populares

A grande diferença entre Open Source e Freeware é que os Open Sources também disponibilizam o código fonte para download, isso permite que outros desenvolvedores possam contribuir com o desenvolvimento daquele softwares e especialistas da segurança da informação podem checar se existem vulnerabilidades nestes softwares. Já os denominados apenas como Freeware não possuem o código aberto, portanto não temos como saber como exatamente eles foram desenvolvidos e como estes softwares realmente se comportam em nossos computadores, softwares que não são muito populares podem colocar nosso computador em risco.

Por fim, os sharewares são aqueles que você pode utilizar gratuitamente por um período de tempo ou com limitações e somente após a compra do software você pode usufruir de todos os recursos oferecidos pelo desenvolvedor. Estes softwares também podem ser denominados de Fremium

Exemplos de softwares Open Source;

  • Mozilla Firefox
  • Thunderbird
  • VLC Player
  • GIMP
  • 7-Zip
  • Libre Office
  • NotePad++
  • qBittorrent
  • Signal (concorrente do WhatsApp e Telegram)
  • Oracle VirtualBox
  • InkScape
  • Audacity
  • OBS Studio

Exemplos de softwares Freeware;

  • Google Chrome
  • Microsoft Outlook
  • Adobe Reader
  • Skype
  • Visual Studio Code
  • WhatsApp Web para Desktop
  • Telegram para Desktop
  • f.lux
  • Opera

Exemplos de Softwares Shareware

  • DropBox, OneDrive, Google Drive.
  • Discord
  • Steam
  • Spotify
  • Team Viewer
  • Sublime Text
  • Trello
  • Mega
  • CCleaner
  • Office 365 versão online
  • Evernote
Ads