preloder

Protocolos da Internet – O Protocolo TCP / IP

TCP/IP é a combinação de 2 protocolos: TCP (Transmission Control Protocol, que significa Protocolo de Controle de Transmissão) e IP (Internet Protocol, que significa Protocolo de Internet). Eles são a base de envio e recebimento de dados por toda a internet e redes locais, sem eles, não conheceríamos a Internet como ela é hoje.

O protocolo TCP/IP surgiu em 1969 nos Estados Unidos durante uma série de pesquisas militares da ARPANET, uma rede militar que tinha como objetivo estabelecer conexões entre pontos espalhados pelos Estados Unidos visando uma troca rápida de mensagens entre computadores conectados. Com isso, em caso de uma guerra ou catástrofe natural, a comunicação ficaria apenas parcialmente comprometida.

Mas para garantir a eficiência da comunicação era necessário identificar as melhores rotas entre dois pontos e também encontrar rotas alternativas quando necessário. O protocolo IP era responsável por identificar cada computador conectado na rede e o TCP era responsável pelas rotas e transporte da comunicação.

O protocolo TCP/IP se tornou um conjunto de protocolos que facilitam a comunicação entre duas máquinas conectadas à rede. Ele é dividido em 4 camadas; Aplicação, Transporte, Internet e Rede.



Aplicação

Usada pelos programas para enviar e receber dados de outros computadores ou servidores. Dependendo do tipo de informação trocada entre os computadores, outros tipos de protocolos devem ser utilizados nesta camada, os mais comuns são; o HTTP (navegação para páginas da WEB), FTP (transferência de arquivos) e SMTP (emails).

Transporte

Responsável por transportar os arquivos recebidos da camada anterior. Aqui acontece a organização e a transformação deles em pacotes menores, que serão enviados à rede. A informação é quebrada em pacotes pequenos, também chamados de chamados de datagramas para que possam então ser enviados para rede.

Internet

Os arquivos empacotados na camada anterior são recebidos e anexados ao IP da máquina que envia e que recebe os dados. Daqui, eles são enviados pela internet.

Rede

É a camada que, enfim, executa o recebimento ou o envio de arquivos na web.

Os Comandos PING e TRACERT

Para vermos os protocolos em ação, podemos usar no prompt de comando do Windows os comandos PING e TRACEROUTE. O comando Ping ou latência, é um utilitário dos sistemas Operacionais que permite testar a conectividade entre computadores e outros dispositivos conectados a uma rede local ou Internet.

Seu funcionamento consiste no envio de pacotes para o equipamento de destino e na “escuta” das respostas. Se o equipamento de destino estiver ativo, uma “resposta” (o “pong”, uma analogia ao famoso jogo de ping-pong) é devolvida ao computador solicitante.

O autor da ferramenta, Mike Muuss, deu a ele este nome pois lembrava o som que o sonar emitia.[1] (Depois Dave Mills arrumou um significado para a sigla, “Packet Internet Grouper (Groper)”, algo como “Procurador de Pacotes da Internet”).

Testando o PING em seu computador

Vamos descobrir o IP do servidor do Google? Para isso podemos usar o comando ping, basta abrir o prompt de comando do Windows e executar o comando ping google.com.br. O resultado será;



Descobrimos que o IP do servidor do site da Google é 172.217.30.99. Curiosamente se você abrir seu navegador de Internet, o Chrome por exemplo, e digitar este IP na URL você será redirecionado exatamente para o site da Google.

Já o comando TRACERT (traço da rota), vai te mostrar qual a rota feita para que o servidor da Google fosse encontrado. Esta roda dependem dos PPT (Pontos de Troca de Tráfegos) que são mantidos pelas operadores de telefonia. Então, ao realizar um traceroute é comum você ver uma conexão passando por dois ou mais operadores como VIVO, CLARO, INTELIG, BRASIL TELECOM, etc…



Deixe seu comentário