preloder

O que é BI – Business Intelligence?

Business Intelligence

O processo de desenvolvimento de uma solução profissional de Inteligência de Negócios esbarra em uma série de novos conceitos que abordaremos de uma forma prática e simples.

O conceito principal que explicaremos neste momento é Inteligência de Negócios (BI). Atualmente muitos diretores executivos gerais (em inglês Chief Executive Officer, CEO) colocaram como prioridade a implantação de uma solução de BI, tornando o termo ”Inteligência de Negócios” extremamente popular. Porém essa necessidade não é nova. As empresas sempre tiveram a necessidade de sistemas que transformassem dados em informações relevantes.

O termo Inteligência de Negócios significa, resumidamente, coletar dados de diversas fontes, organizá-los, analisá-los e compartilhá-los com os executivos mais importantes da empresa. Estes então transformam essas informações relevantes em decisões importantes para o futuro da empresa.

Desde a década de 80 encontramos no mercado o termo Inteligência Empresarial difundido pelo Gartner Group. Através desse, as empresas exploram informações internas, contidas em um armazém de dados, e externas disponíveis no mercado com o intuito de se auto avaliarem e avaliar seus concorrentes, desenvolvendo comparações e estratégias de crescimento e aumento de fatias de mercado, sempre com o objetivo de guiar a organização ao crescimento, à maior lucratividade, maior satisfação de seus clientes, menor perda, maior velocidade, ou seja, ao sucesso empresarial.

O processo de auto avaliação e de estudo de seus concorrentes não é algo novo e podemos encontrar exemplos disso no livro “A arte da Guerra”, de Sun Tzu (TZU, 2000); neste, encontramos ensinamentos que dizem que para obter sucesso na guerra, a pessoa deve deter todo o conhecimento de suas fraquezas e virtudes, além de todo o conhecimento das fraquezas e virtudes do inimigo. O contrário pode levar à derrota e à destruição. Outro exemplo clássico é a trilogia “O Poderoso Chefão”, de Mario Puzo, que aborda, no decorrer da história, a necessidade de estudar seus concorrentes constantemente (PUZO, 2000). Sobre essa metodologia de estudo da concorrência, Kotler também afirma que “Uma empresa precisa saber sobre seus concorrentes (…) seus objetivos, estratégias, pontos fortes e fracos e padrões de resposta.” (KOTLER, 1999).

O Prof. PhD. Ralph Kimball é um dos precursores dos conceitos de armazém de dados e sistemas de apoio à decisão realizando pesquisas e conceitos desde 1982. Seus estudos influenciam até hoje a maioria dos projetos de Inteligência de Negócios das empresas no Brasil e no mundo. A metodologia Kimball, mais conhecida como modelagem dimensional, ensina como tornar sistemas transacionais em sistemas orientados ao mundo empresarial, permitindo uma maior organização, melhor compreensão e rapidez (KIMBALL, 1996).

Com o passar dos anos muitas ferramentas foram criadas com o intuito de ajudar na criação de uma solução de Inteligência de Negócios e o termo se tornou extremamente popular no mundo dos negócios.

Texto extraído do material de cursos da IT4biz.
fonte: http://www.it4biz.com.br/novosite/comunidade/open-source-business-intelligence/o-que-e-business-intelligence/

Deixe seu comentário